Vendas 3.0

Se você é o dono da empresa, diretor comercial ou o gerente este artigo foi escrito para te fazer pensar um pouco sobre a web e as vendas.

Houve um tempo em que se a empresa não tivesse um telefone fixo ela não estava pronta para o mercado, depois passamos pela fase em que a empresa deveria ter um fax para poder se comunicar com o mercado, então surgiu a web.

Dificilmente uma empresa consegue competir no mercado sem ter um website, mais do que um outdoor ou que um cartão de visitas, website caminha para se tornar um vendedor ou uma extensão do “pensamento vendedor” no empresário moderno.

Os antigos websites eram criados a partir de tabelas, que funcionavam bem nos desktops e notebooks, eram quase planilhas com imagens que serviam como uma “catálogo”, mas para o mundo da informação “o tempo é mais curto” e em menos de 5 anos os primeiros sites evoluíram de um catálogo para canal de interação com os internautas.

As redes sociais abandonaram o formato convencional de website desktop e migraram para os smartphones que tornaram-se companheiros inseparáveis do ser humano.

Pois bem, a grande revolução deste século é a acessibilidade à informação, se você fizer uma rápida reflexão dificilmente você verá uma pessoa sem seu telefone próximo, olhando mais de perto esse telefone irá tocar a pelo menos uma vez a cada 5 minutos sinalizando uma mensagem, um e-mail ou um comentário que alguém fez em uma das diversas redes sociais ou encaminhou para o proprietário do aparelho.

Aí você me pergunta; Tá mas o que isso tem a ver com o título do artigo?

Simples a conectividade Full Time permite conversar com centenas se não milhares de pessoas por dia, você pode responder através das redes sociais, encaminhar e-mails, disparar mensagens via WhatsApp, e ainda no jeito mais antigo telefonar para as pessoas. Fazendo uma rápida analogia do método antigo de vender, onde era preciso visitar as pessoas fisicamente, ou seja, se deslocar até a empresa do cliente, hoje podemos navegar e contatar pessoas do outro lado do planeta usando o Skype, transmitir vídeos como se estivéssemos pessoalmente conversando, encaminhar e trocar documentos, compartilhar a visualização de telas apresentar produtos, com isso o vendedor que antigamente conseguia no máximo realizar quatro visitas por dia, hoje é capaz de realizar mais de 10 reuniões em um único dia de trabalho.

Ok, mas aonde fica o título do artigo?

Simples na gestão da quantidade de informações. Pare por um instante e reflita onde armazenamos e organizamos todas as conversas e tarefas que são realizadas em um único dia de trabalho?

Centralizar essas informações para serem organizadas e automatizar os processos é fundamental para conseguir gerenciar o relacionamento com seus clientes, não basta ter uma caixa no Outlook e achar que as pastas vão te ajudar a guardar informação, tudo que fará será acumular megas e mais megas de informação não lida, e quando precisar fazer um relatório com certeza gastará horas preciosas do seu dia para tentar organizar e formatar a informação.

O processo de vendas 3.0 entende que seu Website é a maior ferramenta de vendas que você pode ter empresa, você pode interligar com as redes sociais, pode publicar conteúdos sobre a sua empresa, disseminar o conhecimento que você domina e atrair interessados, em proporções simplesmente assustadoras se forem comparados com o método de contato físico com as pessoas.

As possibilidades de vendas utilizando a web para divulgar e apresentar produtos e serviços ainda não podem ser limitadas a um número simples pois dia após dia uma nova técnica de divulgação ou formatação para disseminação da informação é implementada, e assim a competição fica cada vez mais acirrada.

Você e sua empresa estão preparados para cuidar deste fluxo de informação absurdo?

Para terminar esse artigo gostaria de pontuar um dito que aprendi há muitos anos atrás:

“A seca mata lentamente, contudo a enchente mata de uma vez”.1

Compartilhe a informação

Pense grande, comece pequeno.

Este dito popular é a primeira lição para implementar o CRM na empresa.

Ao longo dos anos participei de muito projetos que começavam tratando de integração do ERP com o CRM, com processos de automação complexos, funcionalidades de cálculo, alertas, distribuição otimizada, passagem de carteira inativa e por aí vai. Bem como todo projeto e montava-mos o escopo, participava-mos de inúmeras reuniões, revisavamos o escopo, construia-mos o ambiente de desenvolvimento, homologação e no momento de colocar em produção, uma série de passos não haviam sido previstos, inúmeras revisões vinham dos usuários, isso quando não era solicitado novos módulos e funções, normalmente acontecia quando o usuário conhecia a ferramenta e as possibilidades de automação.

Por fim o desgaste para colocar o projeto em produção sempre era grande para os dois lados.

A partir de 2010 mudamos o formato de implantação do CRM, começamos pela base de dados, organizando a estrutura de cadastro, montando a organização de acessos e uso, o mais simples possível. Tudo para colocar o CRM em produção o mais rápido possível, coletando os leads ou potenciais, formalizando o processo de agendamento de reuniões, tarefas e e-mails.

Com a base de dados organizada as demandas dos departamentos de tornam mais claras e fazem sentido, permitem para o gestor do projeto priorizar e implementar as funções e funcionalidades de uma vez só. Com isso evitamos a interminável sequência de revisões e alterações do projeto.

Em suma, para implementar um CRM na empresa e preciso iniciar pela base, centralizar edepois evoluir para as integrações e automações. Apenas com a organização básica que o Simple Pack CRM disponibiliza no início da utilização provém ganhos de performance e velocidade nos processos básicos da informação da área comercial.

Depois de iniciada a operação aí sim podemos planejar a integração com o ERP, Site, Workflow para automatiza os processos que já estão sendo realizados pela equipe.

Compartilhe a informação

Porque investir em CRM?

Simples! Para ter tempo, velocidade e controle da informação.

No artigo anterior comentei a respeito importância da automação, usei como exemplo a técnica que uso para escrever os artigos.

Ao utilizar o Simple pack CRM é possível conversar em apenas um único dia de trabalho com milhares de pessoas, tratando cada uma pelo seu nome, utilizando a referência da empresa onde trabalha, tratando pelo gênero (prezado ou prezada). Utilizando as ferramentas de workflow, e o módulo de campanhas ,é possível literalmente conversar por e-mail com todas essas pessoas, as mensagens e respostas são direcionadas por assunto e ou resposta para cada pessoa da equipe conforme configuramos o Workflow.

Ainda dentro das funcionalidades de resposta e automação, podemos criar automaticamente propostas e oportunidades disparando alertas de prioridade de atendimento, agendar ligações, tarefas, reuniões o limite da automação e a criatividade.

Caso o seu dia a dia seja atribulado, você não tem tempo para parar e estudar o como a tecnologia pode te ajudar a alcançar seus objetivos e metas de vendas, provavelmente você deva ter um dia com a caixa de entrada do Outlook lotado de mensagens pendentes para responder, várias planilhas para preencher, diversas pessoas te consultado sobre os mais diferentes assuntos para poder dar seguimento às atividades.

Toda vez que você fica sem tempo para analisar o que está acontecendo ao seu redor, uma série de decisões deixam de ser tomadas e um monte de processos ficam sujeitos ao erro. O Gestor Comercial não deve carregar o peso de responder e-mails, tratar assuntos pontuais, montar relatórios e ficar caçando informação para poder avaliar suas possibilidades de sucesso, todas essas circunstâncias e informações devem ser disponibilizadas em tempo real com qualidade e assertividade para que você possa tomar suas decisões com tempo.

Compartilhe a informação